A evolução da Inteligência Artificial no crescimento e uso dos aplicativos móveis no Brasil

Por Luiz Lima, Sales Manager da CleverTap Brasil

Com o passar das décadas, estamos vendo os nossos dispositivos diminuindo de tamanho e aumentando em velocidade e capacidade. Um bom exemplo são os nossos celulares, que agora desenvolvem muitas ações que antes eram esperadas apenas dos computadores. Grande parte dessas evoluções foram possíveis graças ao desenvolvimento da inteligência artificial, mas também da necessidade do ser humano em buscar soluções mais rápidas e eficientes para diversas demandas do dia a dia. Com essas duas vertentes unidas, o crescimento dos apps móveis como propostas inovadoras e extremamente simplistas aos usuários progrediu de forma exponencial.

Não à toa que a expectativa é de que até o final de 2021, o mercado de apps seja responsável por movimentar US﹩ 6,3 trilhões no mundo, de acordo com os dados da Think Tank Pew Research Center . Ainda, segundo um levantamento feito com dados do segundo semestre de 2021, realizado pelo App Annie, agência focada em análise do mercado mobile, essa crescente já tem sido aparente no Brasil, a ponto de o país ser o maior em média de tempo gasto em aplicativos somente este ano.

Como esse crescimento afeta o mercado mobile?

Para transmitir conteúdo pelos aplicativos aos dispositivos inteligentes são usados vários canais de entrega que variam de notificações push a SMS, e-mail, códigos QR etc. No entanto, certos fatores são críticos para o sucesso de uma estratégia mobile, sendo o principal deles os dados de qualidade. As referências do consumidor são, sem dúvida, o fator de sucesso mais crucial em publicidade e marketing em geral, e no mobile não é diferente.

A introdução da IA como ferramenta de marketing permitiu que as empresas coletassem informações do consumidor com mais precisão, e dessa forma, desenvolvessem estratégias mais certeiras às necessidades de seu público. Assim como o ML usado para ferramenta e subconjunto da inteligência artificial, que vem permitindo que apps funcionem de forma autônoma ou com poucas instruções de humanos, dependendo de algoritmos e interferências estatísticas. Todas essas funcionalidades já estão aqui, tornando a arena do mobile marketing mais eficaz do que nunca.

Com isso, a tão crescente gama de novos aplicativos ou antigos com novas automatizações, que vai em conformidade com o aumento do uso de apps mobile pela sociedade em geral.

Ao que atrelamos esse crescimento?

De forma mais descritiva, alguns pontos devem ser considerados para esse constante avanço. O primeiro deles são as novas tecnologias e recursos, como Big Data, machine learning (ML), o Field Programmable Gate Array (FPGA), entre outras.

O segundo ponto é o estabelecimento do mercado de inovação. Com uma nova geração de processadores, como a unidade de processamento gráfico (GPU), o processo de treinamento dos modelos de ML agora está à altura. A GPU vem com milhares de núcleos para auxiliar nesse processo de capacitação e têm convertido dispositivos de consumo a máquinas virtuais na nuvem pública.

Por último, e não menos importante, a alta competitividade no mercado. Os aplicativos que utilizam a IA podem obter dados e analisar novas informações que são vantajosas para organizações e setores. Isso gera rivalidade entre empresas que desejam eficiência. Essas vantagens competitivas tiveram um impacto na aceleração do crescimento da inteligência artificial, pelo fato da ânsia de ter superioridade umas sobre as outras. Com todo esse desenrolar, os aumentos financeiros da maioria das grandes empresas levaram a um rápido interesse em tecnologia e desenvolvimento de IA.

Share This Post
Have your say!
00

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Thanks for submitting your comment!
Share This